Fórum Global de Liderança da Juventude da Special Olympics – Baku / Azerbaijão

Fórum Global de Liderança da Juventude da Special Olympics – Baku / Azerbaijão

postado em: Notícias | 0

A Special Olympics Brasil tem o prazer de ser representada no Fórum Global de Liderança da Juventude da Special Olympics em Baku, no Azerbaijão, pelos Líderes da Juventude da Special Olympics, Emanuelle e Letícia. Ana Paula Soares, diretora nacional das Olimpíadas Especiais Brasil, se juntará a Emanuelle e Letícia.

Na quadra de vôlei de praia unificada, Emanuelle e Letícia são companheiras de equipe e atletas competitivas. Fora da quadra, elas são motivadas a criar uma mudança maior dentro de sua comunidade, para que indivíduos de todas as habilidades tenham a oportunidade de praticar esportes juntos. Depois do Fórum, Emanuelle e Letícia liderarão um projeto para apresentar o Unified Sports aos alunos de suas escolas. Eles serão incentivados a treinar com atletas das Olimpíadas Especiais Brasil na Fundação Municipal de Esportes. Como resultado, Emanuelle e Leticia espalharão a mensagem da Geração Unificada, introduzindo jovens com e sem deficiência intelectual na Unified Sports.

Emanuelle e Leticia são fortes proponentes da inclusão e esperam que possam infundir uma mudança maior em sua escola e na comunidade quando retornarem do Fórum. Emanuelle, atleta das Olimpíadas Especiais Brasil que já competiu em nível nacional e internacional, compartilha “meus amigos sempre me respeitaram, mas sei que isso não acontece com todas as pessoas com deficiência. É por isso que devemos nos esforçar para transformar a sociedade e a juventude”. Letícia ecoa os sentimentos de Emanuelle e acrescenta que “antigamente, as pessoas com deficiência eram invisíveis para a sociedade. Felizmente, estamos vendo uma mudança neste cenário. Atualmente, nossa geração é mais ativa e somos agentes dessa mudança”.

 

A Sra. Ana Paula também desempenhou um papel significativo no avanço da inclusão social no Brasil por meio de relacionamentos desenvolvidos com partes importantes e interessadas em seu crescimento. No setor de educação, ela acredita que “quando a liderança jovem é proativamente planejada e incorporada como parte da visão de uma escola em direção a um mundo mais inclusivo, ela se torna parte de uma jornada para a melhoria integral da escola”.

Esta delegação viajará a Baku de 24 a 28 de setembro e terá a oportunidade de se juntar a um grupo de jovens líderes globais, educadores e funcionários do Programa da Special Olympics, igualmente interessados ​​em promover um mundo mais inclusivo e voltar para o Brasil para tornar essa visão uma realidade.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta