Dia Mundial de Conscientização do Autismo – 2 de Abril

postado em: Notícias | 0

altO dia 2 de Abril, Dia Mundial de Conscientização do Autismo, conhecido como o Dia “A”, foi comemorado na cidade de Campos dos Goytacazes, no estado do Rio de Janeiro, com participação do medalhista olímpico e embaixador da Special Olympics Brasil, Robson Caetano.

O vice-prefeito da cidade, Doutor Chicão, falou da importância de um dia de conscientização. “O município não poderia deixar de estar inserido neste contexto mundial. Eu, como médico e pediatra, fico feliz pelo foco que está sendo dado a essa síndrome tão difícil de diagnosticar. A inserção do autista no esporte é muito importante para o seu desenvolvimento”, afirma o vice-prefeito.

A ideia de organizar uma tarde de conscientização e recreação na cidade nasceu da parceria do Programa Projovem Adolescente e do Projeto Campos para todos, ambos da Secretaria Municipal de Família e Assistência Social, com a Special Olympics Brasil.

A secretária da Família e Assistência Social, Izaura Colodete (na foto com Robson Caetano), diz que há tempos Campos vem trabalhando na conscientização da população não só sobre o autismo, mas outras deficiências. Prova disso é a implantação do “Campos para Todos”, único equipamento público que trabalha para pessoas com diferentes deficiências. “O governo Rosinha tem essa preocupação, de inclusão social, e é isso que promove no seu dia a dia, através do Campos para Todos, além de programas e projetos”, finaliza a secretária.

Entre as 200 pessoas presentes na ação, estavam aproximadamente 20 mães de crianças autistas que levaram seus filhos para servirem de exemplos vivos da superação, fé e respeito. “Os pais tem um papel fundamental na identificação da síndrome através da observação das atitudes e hábitos dos seus filhos”, afirma Nayne Tamy, coordenadora cultural do Programa Projovem Adolescente e mãe do Pedro Henrique, de 5 anos, que tem autismo.

A Special Olympics Brasil se preocupa com a inclusão social de pessoas com autismo através do esporte. “Autistas são pessoas que expressam suas verdades de forma única. Quando querem alguma coisa, temos que atendê-los respeitando o seu tempo. São seres humanos sensacionais. Essas crianças, principalmente quando o assunto é esporte, são verdadeiros campeões”, afirma o embaixador Robson Caetano.

alt

Durante o evento, Lídia Tamy, Coordenadora de Comunicação e Marketing da Special Olympics Brasil, afirmou que “muitos mitos sobre o autismo estão sendo quebrados, pois através do esporte esses meninos e meninas mostram as suas habilidades e não limitações”.

Outra boa notícia é que em breve o esporte inclusivo chegará a Campos. Com a ajuda do Programa Projovem Adolescente e do projeto Campos para Todos, a Special Olympics Brasil irá a Campos para capacitar profissionais de educação física de acordo com a filosofia do esporte adaptado da Special Olympics Internacional. Uma vez capacitados, a expectativa é que a partir de Junho os trabalhos já comecem.

“A Special Olympics está atuante em nove estados brasileiros. Quero que Campos, minha cidade, seja referência do esporte adaptado no estado do Rio de Janeiro. E com essa equipe que fez acontecer o ‘DIA A’, tenho certeza que a cidade está preparada para isso.” – finaliza Lídia Tamy.

Fotos: Rodolfo Lins

Deixe uma resposta